MAGNUSLEX

 

AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO DO ALUNO


Decretos n.º 10.623/77 e 11.625/78[Revogados]

 

Avaliação sobre o desempenho do aluno de acordo com os objetivos visados:

1 - nas diferentes experiências pedagógicas;

2 - em todos os componentes curriculares, independentemente do tratamento metodológico.

 

Instrumentos de avaliação:

1 - dois ou mais por bimestre;

2 - elaborados pelo professor;

3 - sob a supervisão do Coordenador Pedagógico ou do Diretor de escola na falta daquele;

4 - com a predominância dos aspectos qualitativos sobre os quantita-tivos.

 

Os resultados da avaliação deverão:

1 - refletir as diferenças de desempenho, traduzidas em menções;

2 - ser analisados com os alunos e comunicados aos pais ou responsáveis;

3 - ser enviados à Secretaria da Escola.

Definições operacionais

CONCEITOS/MENÇÕES/ATINGIMENTO DOS OBJETIVOS

EXCELENTE/A/TODOS, PLENAMENTE

ÓTIMO/ B/TODOS

SATISFATÓRIO/C/OS ESSENCIAIS

SOFRÍVEL/D/PARTE DOS ESSENCIAIS

INSATISFATÓRIO/E/ NÃO, OS ESSENCIAIS

 

A verificação do rendimento em conteúdos específicos, com carga horária integrada, será efetuada globalmente, quanto a:

1 - avaliação do aproveitamento;

2 - apuração da assiduidade.

 

O julgamento final, expresso pelo 5.º conceito, deve refletir o desem-penho do aluno ao longo do ano, habilitando-o para:

1 - prosseguimento de estudos;

2 - conclusão de série, grau ou curso.

 

Ver Deliberação CEE nº. 10/97

Indicação CEE nº. 09/97

Indicação CEE/CEM nº. 13/97

Parecre CEE nº. 67/98

Parecer CEE nº. 404/00